Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Apps para que te quero

Um blog sobre Apps, que dá a conhecer serviços que existem, o seu modo de funcionamento, as vantagens e melhorias que se podem fazer.

Apps para que te quero

Um blog sobre Apps, que dá a conhecer serviços que existem, o seu modo de funcionamento, as vantagens e melhorias que se podem fazer.

18
Mai16

Cabify: A Experiência


Teresa Noronha

Sessão Teresa Noronha_ Isabel Saldanha Photograp

 (Fotografia: Isabel Saldanha)

 

Hoje foi dia de descobrir a oferta Cabify. A Cabify é outra operadora de serviço de passageiros que assenta numa plataforma mobile. É considerada a Uber Espanhola, dado ser muito semelhante no conceito.

 

Fui descobrir as diferenças, com o intuito de partilhar a experiência.

 

Percebi que a principal diferença é que a Cabify não utiliza o conceito de tempo, apenas o de distância. O que é isso quer dizer? Quer dizer que é sempre necessário indicar o local de destino antes de iniciar a viagem e pedir o serviço, porque o valor da viagem não vai ser alterada pelo tempo que a mesma irá demorar. Ou seja, um percurso com a mesma distância terá sempre o mesmo valor.

 

Relativamente a diferenças, existe a possibilidade de utilização de cartão de débito, para além do cartão de crédito e paypal para efetuar o pagamento, que é obrigatoriamente feito via aplicação.

 

O Carro foi um BMW, impecável e o condutor foi de facto muito prestável, super educado e falou bastante sobre o modo de trabalho da Cabify.

 

Em números, para o mesmo percurso, no mesmo horário demorou cerca de 4 minutos a chegar, mais tempo que o mytaxi, menos tempo que a uber, foi o mais barato de todas as opções experimentadas, menos 0,10 cêntimos que a Uber.

 

Funcionalidades:

  1. Fazer download da aplicação que se encontra disponível para Android, iPhone;
  2. É necessário registar os seus dados na Aplicação;
  3. A aplicação pergunta se pode utilizar a localização. Eu respondi que sim.
  4. Aparece o Mapa com a localização e a indicação desse local como ponto de partida;
  5. Podemos optar por selecionar a viagem para agora ou fazer reserva;
  6. De seguida é pedido o preenchimento do local de destino e caso queira, existe a possibilidade de enviar uma mensagem (indicação) ao motorista.
  7. De seguida seleciona-se a opção: Peça o seu Cabify;
  8. Surge a indicação do motorista, com nome e número de telemóvel e a indicação do carro, com a marca e a matrícula.
  9. De seguida surge o valor do serviço, que é o valor total e efetivo.
  10. No final pedem a avaliação do motorista e da aplicação.

 

Vantagens:

  1. O facto de trabalhar apenas a distância e não o preço, tem a vantagem do trânsito não influenciar o preço, o que torna o serviço mais barato.
  2. O facto de atualmente estarem a utilizar BMWs é um toque de luxo para um serviço a um preço muito muito atrativo.

 

A melhorar:

  1. O GPS da Cabify, tal como o da Uber não é exato. Eu como peço a chamada para uma rua secundaria de Lisboa consigo bem verificar estar situação nesta experiência. O meu conselho: invistam no GPS da cidade. Vão precisar e nós também!

 

2 comentários

Comentar post