Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Apps para que te quero

Um blog sobre Apps, que dá a conhecer serviços que existem, o seu modo de funcionamento, as vantagens e melhorias que se podem fazer.

Apps para que te quero

Um blog sobre Apps, que dá a conhecer serviços que existem, o seu modo de funcionamento, as vantagens e melhorias que se podem fazer.

15
Jun16

A App de apoio a pessoas com Depressão: iFDepressão


Teresa Noronha

Há dias que temos a firme noção que a vida é agora e que pode terminar a qualquer momento. Hoje foi um desses dias. Estava no prédio no Marquês de Pombal que teve o problema com a grua e em que senti que o teto podia desabar e que todos poderíamos agora estar em outra dimensão… E estes dias assim trazem-nos a convicção de querermos olhar para dentro, reconhecer os nossos sonhos mais internos e lutarmos pela sua realização.

 

Mas também há períodos negros, em que o vazio nos preenche e a esse vazio da falta de reconhecimento do nosso eu e da nossa vida face ao que sonhamos nos manda abaixo e nos leva a um limiar a que se chama depressão.

 

Quando ouvi falar sobre esta App tive inicialmente uma reação menos positiva, penso sempre que nestas circunstâncias as pessoas precisam e merecem ter outras para as ouvir, compreender e até guiar. Mas depois falei com uma amiga que me disse algo que realmente faz sentido, muitas vezes a pessoa não se quer mostrar, nem ter de falar e se tiver uma App que lhe dê as dicas e faça parte de um plano, pode de facto fazer sentido.

 

ifdepressao.jpg

 (Imagem da aplicação retrada da internet)

 

Esta aplicação encontra-se disponível para iPhone e Android.

 

As opções do menú são:

Inicio: Bem Vindo. Apresenta o Módulo de Dicas e a Definição de objetivos para se organizar diariamente: Estilo de Vida Saudável

Login: Não há local para registo, pelo que penso que apenas pessoas que estejam no programa possam ter acesso ao nome do utilizador password e utilizam a App como ferramenta.

Dicas: Disponibiliza os vários Módulos com informação, no total de 6 tópicos:

  • Explicação do Programa;
  • Organização matinal;
  • Hábitos de sono saudáveis;
  • Atividade física;
  • Alimentação saudável;
  • Contacto social positivo

Estilo de Vida: Definição de objetivos que contribuam para um estilo de vida mais saudável, organizados pelos tópicos acima descritos.

Sobre: Informação sobre a ferramenta e sobre a depressão.

 

A estruturação por tópicos e o facto de conter e ajudar a estabelecer objetivos específicos para cada um dos tópicos pareceu-me muito útil e que ajuda a tornar prático bons princípios que podem ser vagos.

 

iFDepressao_2.png

  (Imagem da aplicação retrada da internet)

 

Vi nas imagens da internet que no caso de registo é criada uma Área pessoal onde há o registo diário da informação relevante. Pareceu-me um programa muito interessante e que é uma App que está focada em ajudar, não sendo um programa solitário e frio como o imaginei inicialmente. Foi uma surpresa pela positiva.

 

12
Jun16

App de Música e não só: Youtube


Teresa Noronha

Youtbe_Teresa.png

 (Fotografia Isabel Saldanha)

 

Dos temas que mais me pedem para abordar é o tema Música. Para muitas pessoas este é o tema principal das Apps que utilizam no dia a dia. Pois bem, para manter a autenticidade com a qual tenho abordado todos as Apps aqui do blog, a minha App de música e de media em geral é o Youtube

 

E porquê o Youtube? Já há muito que é a aplicação que utilizo via web. Iniciei a utilização do youtube via web para ouvir música. A facilidade com o qual eu conseguia pesquisar as músicas e a qualidade dos vídeos que me eram apresentados, foi o principal motivo, quando a corrida ainda tinha vários concorrentes em igualdade das circunstâncias. Hoje o facto de eu poder fazer as minhas playlists e poder ouvir as mesmas em qualquer lugar também são um ponto forte da aplicação no que toca a música, assim como as sugestões para músicas e vídeos de acordo com o estilo de música que estou a ouvir.

 

Hoje o Youtube para mim é mesmo a minha aplicação de eleição de media. Para ver os vídeos de interesse, os Tedxs com quem já aprendi muito, pesquisar os videos para crianças ou procurar os vídeos de pessoas ou conteúdos que me interessam.

 

O lado menos positivo do Youtube, é a cada vez maior utilização de vídeos promocionais e publicitários no inicio de cada visualização... se bem que  compreensível dado tratar-se de uma aplicação gratuita.

 

Gostava que deixassem aqui o nome das aplicações de música que utilizam, pode ser?! 

11
Jun16

App de Museus de Portugal: Serviço Educativo


Teresa Noronha

Dar a conhecer os Museus, Monumentos e Palácios de Portugal é a missão dos Serviços Educativos da Direção Geral do Património Cultural. Com esta App conseguimos aceder de forma simples e de acordo com os nossos interesses à lista de locais e atividades que ocorrem na Região.

 

museus_1.jpg

 (Imagem do site Serviço Educativo)

 

Esta App permite apresentar a lista de locais a visitar por períodos de tempo e por público alvo (crianças, jovens, famílias, escolas, necessidades especiais, público em geral, etc)

 

museus_2.jpg

(Imagem do site: Serviço Educativo) 

 

É ótimo para ter ideias para locais próximos a visitar, especialmente para esta época de férias que agora se avizinha. Com atividade lúdicas muitas vezes desconhecidas.

 

museus_4.jpg

 (Imagem do site Serviço Educativo)

 

É importante disponibilizar esta aplicação também para iPhone e iPad. Encontra-se disponível para Android e Windows Phone.

 

08
Jun16

Inviita: A Conversa


Teresa Noronha

 

inviita.jpg

 (Selfie tirada por mim)

 

Na semana passada fui visitar a inviita. Encontrei uma equipa, nova, gira, a tomar o pequeno almoço pela fresquinha, com muito boa onda. Gente cheia de garra, ideias, muito trabalho e boa conversa.

 

Começamos pela história e o inicio desta ideia. A Joana Baptista e o Bernardo Véstia trabalhavam numa consultora (onde por curiosidade também trabalhei) e numa saída, começaram a imaginar um cenário de vida alternativo. Curiosamente a ideia inicial, era criar uma Guest House para receberem pessoas e criar roteiros personalizados para quem quisesse ter uma boa experiência em Portugal. Depois alteraram a ideia para a encaixar na sua atividade profissional e surgiu a ideia de criar uma App de roteiros de viagem de âmbito internacional.

 

 Ao Bernardo e Joana juntaram-se o João Bernardo e a Natacha Parreira para concorreram ao concurso Vodafane Big Apps em 2014 com os roteiros de Lisboa como protótipo para iPad e foram os vencedores. Ganharam assim um período de incubação na Power Lab (http://labslisboa.pt/vodafone-power-lab/) + 10.000 €.

 

A evolução da aplicação de acordo com o Bernardo, teve tudo a ver com o feedback que foram obtendo. Em Outubro de 2015 lançam a primeira versão da App já com “o lado emocional”. Foram considerados duas vezes Best New App, 1ª após o seu lançamento e depois após o lançamento de novas funcionalidades em 37 países.

 

O download da aplicação disponível para iPhone faz-se aqui: https://itunes.apple.com/app/id1033273698

 

Consideram que a componente social veio trazer dimensão à aplicação, assim como conteúdos para o comum cidadão.

 

Disponibilizam atualmente novas atualizações de 15 em 15 dias, utilizam metodologia Scrum e uma forte componente analítica sobre os acessos dos utilizadores para poderem desenhar o futuro da solução.

 

O próximo passo deste produto é construir a versão Android e Web da aplicação. Atualmente já é possível fazer reservas turísticas de atividades através da aplicação no site: http://activities.inviita.com . O futuro passará garantidamente por uma aposta contínua de funcionalidades na vertente colaborativa e de personalização de conteúdos da aplicação.  Atualmente a inviita criou a pagina: Inviita CityGuideBot @Twitter e basta enviarem o nome da cidade que queiram visitar, para receber uma sugestão de roteiro. Aqui fica a minha.  Era menina para passar um dia a fazer isto!

 

inviita cityGuideBot.png

 

 

As Apps de referência da equipa são: Instagram + Pinterest + Spotify.

 

Inviita que continuem a ser um sucesso, apesar de todo o esforço e dificuldades que se sabe que uma startup tem, por mais que seja acarinhada em Portugal. Meninos crescidos, a fazer Portugal passar no IT por todo o mundo, que continuem assim, a ser um orgulho nacional.

 

Outros artigos sobre a inviita:

http://observador.pt/2016/04/18/inviita-app-portuguesa-conquistou-apple-duas-vezes/

https://www.dinheirovivo.pt/fazedores/inviita-um-roteiro-de-viagem-a-medida-e-a-prova-dos-seus-humores/

http://pplware.sapo.pt/smartphones-tablets/apple-elege-inviita-como-a-melhor-app-da-semana/

 

06
Jun16

App de Praias Fluviais: iPraiasFluviais


Teresa Noronha

Praias Fluviais.jpg

 (Fotografia da página de Facebook das Praias Fluviais)

 

Gostar da Natureza inclui gostar de locais verdes e frescos e rios com a água a

fazer o seu curso para o mar. Portugal o encanto de podermos usufruir quer

das praias de mar quer de paias fluviais.

 

Conheço várias. Gosto muito de rios e da sombra fresca das árvores que têm

por perto. Gosto de passear, de chapinhar e de levar a minha filha até lá. O rio

transmite uma tranquilidade diferente da do mar e considero um cenário

excelente de passeio, partilha, convivio e de exposição natural.

 

O Projeto Praias Fluviais da Região Centro está a ser desenvolvido desde 2002

e promove o desenvolvimento turístico nas regiões do interior, dando foco à

vertente sustentável e de valorização ambiental. Este projeto disponibiliza

descontos e tem uma revista gratuita com vouchers que vale a pena aproveitar.

 

Funcionalidades:

1. App disponível para carregamento em iPhone e iPad;

2. Pergunta se pode aceder à localização atual;

3. Disponibiliza as seguintes opções:

  • Procurar perto de mim;
  • Procurar pelo mapa;
  • Procurar numa localidade;
  • Procurar por nome de praia;
  • Conselhos Úteis;
  • Os ícones;
  • O Projeto;
  • Ficha Técnica.

 

Vantagens:

1. Disponibilização de uma ficha de informação útil sobre o estado atual das

Praias da Região Centro de Portugal. Indica se a praia tem vigilância, Bandeira

Azul, Casa de Banho, Estacionamento, Bar, Posto de Primeiros Socorros,

Posto de Informações, Chuveiro, Acessibilidades, Restaurante, Parque de

Merendas, Parque Infantil e Alguer de Embarcações, para além da informação

sobre a Qualidade da Água.

Simbolos Praias Fluviais.png

 (Imagem retirado do site Praias Fluviais)

 

A Melhorar:

1.Disponibilização desta aplicação para Android;

2. Melhorias no sistema de localização;

3. Estender este projeto para outras Regiões de Portugal.

02
Jun16

Pumpkin Awards 2016: Melhor Aplicação Para Famílias/Crianças


Teresa Noronha

pumpkin.jpg

 (imagem do site da pumpkin)

 

A Pumpkin é um site que apresenta boas soluções de serviços para famílias. Conheci a Pumpkin quando comecei a querer fazer atividades com a minha filha e necessitava de conhecer serviços, soluções, divertimentos próprios para a sua idade.

 

Transmite boa informação, com qualidade, por idades e por localidade. 

 

A Pumpkin tem pessoas e caras. É altamente tecnológico, o site é mais institucional mas acaba por transmitir as experiências da família que está por trás do conceito. No blog que neste momento está menos ativo transmitia uma maior proximidade e partilha de experiências. Tem facebook e instagram (mais pessoal).

 

Quem segue a Pumpkin, também aguarda com curiosidade os prémios. Este ano a Pumpkin atribuiu o prémio Melhor Aplicação Para Famílias/Crianças à App: Pediatra para todos. Vale a pena pesquisar! Para breve a análise à aplicação, vejam o resto da lista aqui.

 

pediatra para todos.jpg

 (imagem retirada do site da pumpkin)

 

31
Mai16

App Inviita: A App que sugere programas de acordo com as emoções


Teresa Noronha

 

Como é que se sente hoje? Com vontade de festejar, com espiríto ninja, com vontade de comer algo delicioso?! A inviita sugere opções num conjunto de cidades de acordo com as suas indicações.

 

A Inviita também é uma App que faz sonhar. Podemos saber o que fariamos neste momento em Sidney se nos sentissemos espirituais, em Londres se sentissemos que estavamos num dia de Sorte, ou que locais escolheriamos para comer se estivessemos em Bangkok.

 

Gostei de explorar a aplicação. É uma aplicação que é divertida e que apresenta programas menos convencionais. Apresenta as lojas de tatoos, os locais bons e acolhedores para beber um chá, parques de skates, um passeio às berlengas ou um café nas portas do sol. Não esquece os locais tradicionais. É uma boa App para passear, para programar roteiros e para fazer o percurso de acordo com os nossos gostos pessoas, sem seguir direitinho o passeio que todo o mundo faz.

 

Esta diferenciação pode existir quando se faz as coisas com paixão e coração. Esta criatividade e este gosto são o fermento do sucesso, dos que fazem os produtos com alma e com paixão.

 

Como vos disse vou falar com quem está por trás desta aplicação e vou querer saber tudo sobre o processo criativo e desta história de sucesso.

 

Se vão de viagem ou se querem passear pela cidade, com boas dicas e de acordo com a vossa emoção toca a descarregar a aplicação.

 

 

24
Mai16

App de utilidade pública: TE.M.S Tempos Médios na Saúde


Teresa Noronha

TEMS.jpg

(Imagem do site do SNS)

 

O Serviço Nacional de Saúde (SNS) tem vindo a disponibilizar um conjunto de Apps que ajudam o cidadão na sua relação com o SNS. A TE.M.S é uma delas. Com esta app é possível saber o tempo médio de espera do Hospital a que se pretende dirigir. 

 

Eu considero que este é de facto um serviço de utilidade pública. É diferente sair para o Hospital a pensar que vamos estar lá 10 minutos, ou 2 horas, para sermos atendidos. Se for uma situação com crianças ou idosos os cuidados que é necessário garantir duplicam ou triplicam.

 

Na minha utilização, verifiquei que embora esta App seja do SNS nem todos os Hospitais disponibilizam os dados e esta parte, eu tenho dificuldade a perceber. Não tem tanto a ver com a App, tem a ver com a possibilidade de nem todas as entidades terem de funcionar com estes serviços, que só ajudam.

 

Na apresentação da informação, aparece o tempo de espera por nível de prioridade, tal como as "pulseiras" que nos colocam nas urgências dos Hospitais.

 

Funcionalidades:

1. Fazer download da aplicação disponível para iPhone, Android e Windows;

2. Pergunta se podem utilizar a localização. Eu respondi sim.

3. Aparece uma lista de Hospitais e a possibilidade de pesquisar. Como a aplicação não assumiu a minha localização e a lista de Hospitais listados não corresponde à minha área de residência, pesquisei pelo nome do Hospital que costumo ir em caso de Urgência.

4. Selecionei o Hospital e foi disponibilizada a informação sobre o tempo médio de espera de acordo com a cor da pulseira.

 

Vantagem:

1. A principal vantagem, face ao tradicional é alinhar e expectativa;

2. Ter uma ideia sobre o que é necessário levar para o Hospital para passarmos o tempo que está estimado que teremos de esperar.

 

A melhorar:

1. Ter a informação de todos os Hospitais;

2. O funcionamento do localizador;

3. O nome da App poderia ser mais apelativo.

 

Esta App tem ligação direta à Saúde 24, o que me parece positivo para podermos ir avançando com o processo e já estarem com o processo em andamento quando somos adimitidos.

 

Um grande principio, grande utilidade, ainda há algum trabalho a fazer para funcionar perfeitamente.

23
Mai16

Color ADD: A App para Daltónicos


Teresa Noronha

cubo-de-rubik-daltónicos-coloradd.jpg

 (Imagem retirada da internet)

 

Esta App é para daltónicos. Eu sei que parece que é um pormenor, mas eu percebo que não seja. Na verdade percebi isto no casamento de um amigo, quando cheguei ao pé dele e lhe disse: “- Gira a gravata lilás” e ele me responde: “- Lilás, mas não é azul?”. A Color Add informa que 10% da população masculina é daltónica.

 

Acredito que em criança seja uma questão mais gritantes, quando nos dizem para pintar de uma determinada cor, quando nos pedem para dizer as cores, acredito que seja difícil de lidar. Mas como adultos, para escolher as tintas da casa, escolher as capas dos carrinhos de bebé, que existem situações e circunstâncias em que é importante saber exatamente que cor é aquela. Por isso a Color Add tem feito um trabalho de relação de simbolos com a côr que é muito interessante.

 

Relativamente à APP, quanto a mim é fantástica, porque trabalha sobre a câmara. Coloca-se a câmara sobre o objeto que queremos saber a cor e o nome da cor aparece no ecrã. Eu gostei de brincar com a App e funcionou muito bem. Daltónicos de Portugal aqui está uma boa inovação.

 

O Metro do Porto deu a todos uma grande lição sobre este tema quando introduziu esta situação.

 

metro-do-porto-daltónicos-470x202.jpg

 (Imagem retirada da internet)

 

A utilizam de uma linguagem de relação cor e símbolo está a ser transmitida e implantada e para mim é um tema de interesse que gostei de explorar e entender. O trabalho inclusivo, em Portugal, tem um grande espaço para melhorar, mas existem passos a serem dados e com muito valor.

 

Funcionalidade:

  1. Fazer Download da aplicação, disponível para iPhone e Android;
  2. Coloca-se a Câmara sobre o objeto;
  3. É indicada a cor;
  4. É possível de gravar a imagem e a informação.

 

Vantagem:

  1. Face ao atual, permite uma perceção da cor real e concreta de um objeto, com a legenda da cor.
  2. Permite partilhar com certeza a cor de um objeto.

 

A Melhorar:

  1. Seria perfeito ter a tradução da cor em RGB. Penso que seria espetacular.